Como estudar para o Enem em tempos de isolamento social pelo Coronavírus

A pandemia do Covid-19 (popularmente chamado de novo coronavírus, no Brasil) mudou completamente a rotina do brasileiro. Diversas empresas permitiram o trabalho de casa (home-office), serviços tiveram seus horários reduzidos, eventos foram adiados ou cancelados e diversas escolas, universidades e cursinhos anunciaram a suspensão das atividades.

Entretanto, o estudante que está determinado a entrar no ensino superior precisa continuar a preparação para as provas no fim do ano. Pensando em ajudar o aluno, o Quero Bolsa, plataforma de bolsas de estudo e vagas no ensino superior, preparou uma lista com 5 dicas de onde o aluno pode buscar conteúdo de qualidade para estudar fora da sala de aula. Confira!

Youtube

O Youtube, maior rede social de compartilhamento de vídeos do mundo, oferece diversos canais de qualidade com conteúdos importantes para o aluno. A principal plataforma é o Youtube EDU, que reúne material especializado de preparação para o vestibular. Além dele, destaque para:

  1. Professor Jubilut – Biologia;
  2. Ciência todo dia – Física, Química, Biologia e Filosofia;
  3. reVisão – conteúdo interdisciplinar;
  4. Redação e Gramática Zica – Redação e Gramática;
  5. Se Liga Nessa História – História Mundial e Brasileira.

Manual do Enem

O Quero Bolsa desenvolveu o Manual do Enem, portal com conteúdo qualificado para quem quer prestar o Exame Nacional do Ensino Médio. Lá você encontra matérias abordando as disciplinas que caem no exame e conteúdos de atualidades que são importantes para o estudante se manter em dia com os assuntos mais relevantes.

Além disso, o portal oferece a correção do exame logo após o fim da prova, em parceria com o Anglo. O Quero Bolsa também desenvolveu eBooks para ajudar o futuro universitário a se preparar para o exame, como o Guia Completo de Redação.

Podcasts

Uma das mídias que mais cresce no Brasil e no mundo, o podcast é uma maneira muito interessante de estudar e se informar. Por ser em áudio, é possível ouvir no transporte ou realizando algumas tarefas.

Existem podcasts dos mais variados temas, já que, para produzi-los, não é necessário tanto investimento. Destaque para:

Plano de estudos para o ENEM

Em 2019, o Quero Bolsa desenvolveu o Plano de Estudos Enem, em conjunto com o Cursinho da Poli. Os professores selecionaram os conteúdos mais importantes para a prova e organizaram em um cronograma de estudos de seis meses, para ser utilizado antes do início das provas.

A ideia é estudar de segunda a sexta-feira, aprendendo assim uma matéria a cada dia. Nos fins de semana, existem matérias extras para atualidades, redação, inglês e espanhol. É uma base para ser seguida na hora de se preparar para o exame.

Documentários em serviço de streaming

Serviços como Netflix e Amazon Prime Video são utilizados como entretenimento, ao assistir séries e vídeos. O que a maioria das pessoas não lembra, é que eles podem ser grandes fontes de conhecimento também.

Dentro do streaming por assinatura, existem diversos documentários e séries documentais que podem ser úteis na hora de assimilar novos conhecimentos. Por exemplo:

  • 13ª Emenda (2016, Ava DuVernay) – O documentário reflete sobre a lei que proíbe a escravidão nos Estados Unidos, mas cria uma brecha para trabalhos braçais via encarceramento em massa. Disponível na Netflix;
  • Explicando (2017 até hoje, Vox) – A série documental busca, como o próprio nome diz, explicar diversos temas do mundo de hoje em dia, passando pela diferença salarial entre homens e mulheres até o K-Pop. Disponível na Netflix;
  • Além da Visão (2017, Bruno Lemos e Luiz Werneck) – Documentário aborda as dificuldades da inclusão de pessoas com deficiência visual no Brasil e no mundo. Disponível no Amazon Prime Video;
  • Inside Job (2010, Charles Ferguson) – Documentário que aborda os problemas da crise financeira de 2008 no mundo inteiro. Disponível no Amazon Prime.

Sobre o Quero Bolsa

O Quero Bolsa (https://querobolsa.com.br) conecta alunos a instituições de ensino e oferece vagas e bolsas de estudo em cursos de Ensino Superior, Ensino Básico, Idiomas e Intercâmbio.  Em um cenário em que apenas 15,7% dos adultos brasileiros concluíram a graduação, segundo dados do IBGE, ele cresce a passos largos e já gerou uma economia de mais de R$ 1,3 bilhão para alunos do país inteiro. Atualmente a plataforma conta com mais de 6 mil escolas parceiras, 1.600 instituições de ensino superior, 2.500 de ensino básico, além de mais de 10 mil opções de cursos de idiomas e 50 mil de intercâmbio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *